Graciela na flips
Graciela na mídia
Em 15 de setembro de 2014 | 0 Comentários

A mídia nacional cobriu com entusiasmo o lançamento de Estação terminal – viajar e morrer como animais (220 págs., R$9,90), primeiro livro em português da convidada da Flip 2014, Graciela Mochkofsky. O livro saiu exclusivamente em e-book, pela e-galáxia.

Veja abaixo os destaques:

Graciela_midia3

Revista Marie Claire – ed. JUL 2014

Graciela_midia4

Revista Claudia – ed. JUL 2014

Graciela_midia2

Revista Elle – ed. JUL 2014

Graciela_midia6

Revista TPM – ed. JUL 2014

Graciela_midia7

Jornal O Globo – Caderno Prosa – ed. especial Flip 2014

Graciela_midia5

Revista Brasileiros – ed. JUL 2014

Jornal Folha de S.Paulo – caderno Ilustrada – ed. impressa e on-line de 01/08/2014 – Argentina defende experimentação na mídia

Veja meus livros2

Veja meus livros – ed. de 15/07/2014 – Convidada da Flip, argentina Graciela Mochkofsky lança 1º livro no Brasil

Veja meus livros – ed. de 03/08/2014 – Graciela Mochkofsky: jornalismo refugiado nos livros

Observatório da Imprensa – edição 745 – 11/05/2013 – Esperanças renovadas

Observatório da Imprensa – 27/05/2014 – ‘Mídia argentina tem bons jornalistas e maus empresários’

Observatório da Imprensa – edição 813 – Polarização mata jornalismo

 

A seguir, a cobertura da mesa “Narradores do poder”, da programação principal da Flip – Festa Literária Internacional de Paraty 2014, onde Graciela Mochkofsky conversou com David Carr sobre os problemas e os novos rumos do jornalismo. A mediação foi de João Gabriel de Lima.

Graciela_midia9A

Jornal O Globo Edição on-line de 02/08/2014

Portal G1 de 02/08/2014 – ‘Não dá para chamar de jornalismo qualquer historinha ou tuíte’, diz Carr

Jornal O Globo Edição ed. impressa – especial Flip 2014 – 03/08/2014 – Dilemas do jornalismo

Jornal Folha de S.Paulo ed. impressa e on-line de 03/08/2014

Portal Último Segundo do iG de 03/08/2014 – Política, drogas e os bastidores da mídia em discussão na Flip

UOL entretenimento de 03/08/2014 – Jornalismo está em uma “era de ouro”, diz o americano David Carr

Portal IMPRENSA de 04/08/2014 – “Você não pode fazer um tuíte e chamar de jornalismo”, diz colunista do “NYT”