OCEANOS LOGO 2017
Independentes no Prêmio Oceanos 📚📲💪🏽
Em 25 de maio de 2017 | 0 Comentários

Saiu a relação de livros concorrentes ao Oceanos – prêmio de literatura em língua portuguesa. Foram inscritos livros de Angola, do Brasil, de Cabo Verde, da Espanha, de Moçambique, de Portugal e do Quênia.

No total, 1.215 títulos foram inscritos na edição de 2017. Desses, cerca de 15% são títulos publicados de forma independente, sem a participação de uma editora tradicional.

Já tratei bastante neste espaço da importância da publicação independente para a diversidade da literatura. E também que a forma como um livro é publicado, ou o seu suporte, não definem a qualidade da obra em si.

Os meios digitais trouxeram a discussão a respeito da publicação independente para um novo patamar de possibilidades. Mas cabe sempre lembrar que esse é um debate que atravessa toda a história da literatura ocidental. Como bem lembrou o crítico Victor da Rosa, “A história da literatura seria bem diferente se Marcel Proust ou James Joyce, apenas para citar autores que chegaram às milhares de páginas, ficassem esperando um editor ideal.”

Para cada livro, para cada fase da obra de um autor, há a maneira mais adequada para que ele seja publicado. Aqui, não existe o certo e o errado. Mas o desejo que a literatura não fique presa a preconceitos.

Na edição de 2016 do Oceanos a e-galáxia emplacou dois livros entre os semifinalistas. E esperamos que a força dos independentes se faça cada vez mais presente, dissolvendo aos poucos a barreira (imaginária) que separa as obras literárias de acordo como elas foram publicadas.

Tiago Ferro
editor da e-galáxia

Deixe um comentário