img-book
ISBN: 9788584740505

Ai

de Lina Meruane

“Existe uma geração de escritoras chilenas que promote. Lina Meruane é uma delas.” Roberto Bolaño

Saudada por Bolaño e Vila-Matas, a escritora chilena Lina Meruane é uma das grandes vozes da literatura latino-americana. Em “Ai”, lançamento exclusivo do selo Formas breves, a autora nos mostra a natureza arbitrária da vida e da morte com maestria. A tradução é de Mariana Sanchez.

Formas Breves é um selo digital dedicado ao gênero conto. Seu único princípio é a qualidade. Com traduções diretas e exclusivas de grandes clássicos do conto universal ou com narrativas da nova geração de escritores em língua portuguesa, Formas breves é um ancoradouro desta galáxia chamada conto.

R$ 1,99

Ocultar
“Existe uma geração de escritoras chilenas que promote. Lina Meruane é uma delas.” Roberto Bolaño Saudada por Bolaño e Vila-Matas, a escritora chilena Lina Meruane é uma das grandes vozes da literatura latino-americana. Em “Ai”, lançamento exclusivo do selo Formas breves, a autora nos mostra a natureza arbitrária da vida e da morte com maestria. A tradução é de Mariana Sanchez. Formas Breves é um selo digital dedicado ao gênero conto. Seu único princípio é a qualidade. Com traduções diretas e exclusivas de grandes clássicos do conto universal ou com narrativas da nova geração de escritores em língua portuguesa, Formas breves é um ancoradouro desta galáxia chamada conto.

ISBN: 9788584740505
Selo: Formas Breves
Data de publicação: 2015
Páginas: 15
Tradutor: Mariana Sanchez
Organizador: Carlos Henrique Schroeder

1970
Lina Meruane é escritora e docente chilena. Sua obra de ficção inclui, entre outros, Sangue no Olho. Também se aventurou pelos gêneros de não ficção, com o volume Volverse Palestina. Recebeu os prêmios literários Sor Juana Inés de la Cruz (México, 2012), Anna Seghers (Berlim, 2011) e bolsas para produção literária da Fundação Guggenheim (2004) e da National Endowment for the Arts (2010). Atualmente leciona literatura e cultura latino-americana na Universidade de Nova York. Pelo selo Formas Breves da e-galáxia publicou Ai.

“Ai”

Ainda não há avaliações de leitores para este título.