Resultado do Concurso Cultural “De repente, tudo mudou na minha viagem”
Em 31 de agosto de 2015 | 0 Comentários

Concurso_Viagens_ResultadoPriscila Bellini é a autora da história premiada do Concurso Cultural “De repente, tudo mudou na minha viagem” e ganhará um kindle paperwhite.

Sua história foi escolhida entre outras ótimas narrativas, que deveriam contar uma experiência intensa que tivesse transformado uma viagem, a exemplo de Beatriz Sarlo em seu livro Viagens – da Amazônia às Malvinas. Uma história em que um acontecimento inesperado fez a viagem se tornar inesquecível, em até 1.200 toques. Abaixo, o texto vencedor:

Desci do ônibus em Jenin. Durante a intifada, a região ficou conhecida como a “capital dos homens-bomba”. À minha frente, seu habitante mais ilustre: o Teatro da Liberdade. Logo ali, um diretor que trouxe teatro à Palestina, Juliano Mer-Khamis, foi assassinado por um homem mascarado.

Entrei no teatro e achei um assento para ver a peça. Minha guia apareceu: encarapitada na cadeira vizinha, Mina tem quatro anos de idade. Puxa meu cabelo e começa a cheirá-lo. Fala algo em árabe. Fica agarrada em mim quando saímos da sala, quando vamos à palestra sobre o grupo teatral e quando ouvimos os relatos. Descobriu que sou brasileira.

— Ah, tu falas português — O sotaque cantado não mente, é uma portuguesa-palestina, filha de uma atriz. Pequenina, roupas coloridas, cada peça de um tom. E diz: — Teu cabelo cheira a xampu.

Fala da casa em que mora. Não queres comer um bolo por lá? Tu podes ficar em casa. Em meio às frases, um ritual: tira a mecha do cabelo, sente o cheiro, faz com a tirinha de fios um bigode improvisado. Quando falam sobre Mer-Khamis e a violência da ocupação, olho para ela à espera de uma reação. Nada.

Mina, de Jenin, está acostumada. Há quem nasça, viva e morra na ocupação.

Parabéns a Priscila e a todos os participantes do Concurso.

equipe e-galáxia