Viagens e aventuras (4)

Mostrando todos os 4 resultados

Ordenar por:
  • img-book
    Buenos Aires, livro aberto de João Correia Filho R$ 19,90

    Com Buenos Aires, livro aberto, João Correia Filho dá continuidade à série de guias que trouxe à tona a urbanidade poética de Lisboa, Paris e São Paulo, e inauguraram um novo estilo de livros de viagem.  Lisboa em Pessoa, por exemplo, foi agraciado com o Prêmio Jabuti, em 2012, na Categoria Turismo.  Buenos Aires, livro aberto volta os olhos para a capital argentina e propõem revisitá-la a partir do universo de seus escritores, como Jorge Luis Borges, Julio Cortázar, Ernesto Sabato, Ricardo Piglia, Victoria e Silvina Ocampo, Alfonsina Storni, Roberto Arlt e muitos outros. As casas em que viveram, as livrarias em que estiveram, as ruas por onde passaram, os bares e cafés que frequentaram e muitos dos locais descritos em suas obras estão presentes em sete roteiros especiais.  Você conhecerá Buenos Aires auxiliado por ferramentas que só um livro digital e a internet podem oferecer – recursos do Google Maps, vídeos, música, uma galeria com mais de 100 imagens e um mundo de informações que complementam e atualizam a viagem, sem que isso pese na sua bagagem. Ou seja, você terá a cidade literalmente na palma da sua mão, e poderá se deixar levar inteiramente por sua poesia, soltar a imaginação e manter a emoção à flor da pele. Afinal, é disso que se constituem as grandes viagens.

  • img-book
    Eu ando pelo mundo: Paris de Zeca Camargo R$ 14,90

    Após visitar mais de 100 países, Zeca Camargo apresenta a coleção “Eu ando pelo mundo”.

    Um guia para ser lido como uma saborosa narrativa de viagem. Além de ótimas dicas para quem pretende ir a Paris, Zeca Camargo abre ao leitor a sua experiência pessoal ao caminhar por um dos destinos mais visitados do mundo.

    Coma o melhor sushi de Paris. Visite uma charmosa papelaria à moda antiga. Conheça uma transada e futurista loja de equipamentos de som. E, principalmente, perca-se pela Cidade Luz.

    Zeca dá dicas muito pessoais de restaurantes, museus, passeios e atividades culturais que nem sempre aparecem nos guias tradicionais. Há ainda mapas, links e playlists montadas especialmente para o ritmo de Paris.

    Outros destinos da coleção: Buenos Aires, Lisboa, Londres, Istambul, Madri, Bancoc, Marrakech, Nova York.

  • img-book
    Sabores das calçadas  de João Pedro Bortoli Daleffe R$ 77,90

    Ensaio fotográfico sobre comida de rua em São Paulo

    Muito popular atualmente, em especial nas grandes cidades como São Paulo, a comida de rua vem ofuscando a gastronomia dita de grandes chefs e restaurantes renomados, sendo muito conhecida pelos paulistanos, fazendo sucesso com sua elaboração simples e singela, para ser degustada em pé ou nas pequenas mesas em meio ao barulho da rua.

    O que se pode destacar neste livro é a variedade de tipos de comida que são oferecidos em diferentes pontos da cidade, como retrato da diversidade cultural da capital paulista por conta da forte migração acontecida no início do século 20, em especial a italiana, a japonesa e árabe, tendo como exemplo a feira da liberdade, na região central, onde se vendem iguarias da culinária nipônica tais como o guioza, o tempurá e o mochi, um bolinho japonês de recheio de feijão vermelho.

  • img-book
    Viagens – da Amazônia às Malvinas de Beatriz Sarlo R$ 19,90

    “Viagens – da Amazônia às Malvinas” é a biografia itinerante de uma jovem idealista que encontrou lugares, pessoas e situações extraordinárias e inesperadas.

    Ao trair sua promessa de silêncio biográfico, Beatriz Sarlo escreveu esses capítulos de uma aventura latino-americana. O livro foi lançado exclusivamente em e-book na Flip – Festa Literária Internacional de Paraty 2015.

    Sarlo leva o leitor até tribos no coração da amazônia; ao altiplano argentino para encontrar pinturas de santos em pequenas igrejas coloniais; às minas de Oruro; bailes em festas, batizados, boleias de caminhões e noites ao relento. Passa também pelo modernismo da capital Brasília, que tanto a fascinava.

    Finalmente, quarenta anos depois, uma última viagem: às ilhas Malvinas. E antes de todas essas, as primordiais e definidoras viagens da infância, com seus mistérios e descobertas.

    Autobiografia? Diário de viagem? Estudo sociológico-histórico? Sempre unindo, com rara sensibilidade, narrativa e análise cultural, Sarlo nos entrega um livro que escapa a qualquer classificação tradicional de gênero.

    Em “Viagens”, paisagem e intimidade se misturam através do filtro da memória para oferecer a autobiografia de uma jovem idealista e de um continente que ousava sonhar com o novo.